ACM Neto se reúne com prefeitos ao lado de José Ronaldo e desmente revista Veja sobre suposto acordo com Bolsonaro

ZkRFxm600fNskgtmqjQyHrEErL8S7VLf2XMoqwaX

Pré-candidato ao governo da Bahia e presidente Nacional do DEM, ACM Neto desmentiu reportagem da revista Veja, sobre um suposto acordo entre ele e o presidente Jair Bolsonaro visando as eleições de 2022.

Segundo a revista, conhecida pela sua pouca imparcialidade quando o assunto é o presidente da República, ACM Neto teria fechado acordo com Bolsonaro para fazer do DEM um dos pilares para a campanha de reeleição do atual inquilino do Planalto em 2022.

De acordo com a Veja, o acordo teve como intermediário o pastor Silas Malafaia, um dos conselheiros de Bolsonaro no segmento evangélico. Malafaia lidera o templo Vitória em Cristo, de origem no Rio, mas sob o controle de templos também em Minas Gerais, Pernambuco e Espírito Santo.

Um dos tratos que Neto fechou com Bolsonaro, segundo a revista, foi conceder toda a estrutura do DEM em cidades consideradas estratégicas para a reeleição do ex-capitão.

Contudo, Neto pediu em troca a garantia de apoio do Planalto a uma aliança com lideranças evangélicas na disputa contra o senador Jaques Wagner (PT) também pré-candidato ao Palácio de Ondina.

Em uma postagem em suas redes sociais, ACM Neto negou o acordo: “É lamentável que um colunista da revista Veja, sem me ouvir, faça ilações absolutamente improcedentes sobre as eleições. Não sei de onde alguém possa imaginar que exista qualquer tipo de acordo com Bolsonaro para 2022, já que a prioridade do Democratas é lançar candidato à Presidência”. Pelo visto a Veja contribuiu para divulgação de mais uma fake news.

Enquanto isso, na Bahia, ACM Neto e José Ronaldo seguem uma maratona de visitas e reuniões com prefeitos, deputados, vereadores e lideranças de vários municípios. Nesta segunda (10), os dois mantiveram reuniões com líderes políticos de Rodelas, Adustina e Pirituba.

Informações: O Protagonista

OUTRAS NOTÍCIAS