A prova para o cargo de delegado na Bahia estava sendo aplicado neste domingo (24) e foi suspensa

concurso_suspenso_delegado_bahia_widelg

A seleção para o cargo de delegado da Polícia Civil da Bahia foi suspensa neste domingo (24) após as provas dos candidatos terem sido trocadas. De acordo com a responsável pela aplicação dos testes, o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), uma nova data será anunciada ainda nesta semana. As provas para as demais ocupações, como investigadores, por exemplo, estão sendo aplicadas normalmente.

O Instituto informou que o problema aconteceu em salas na Universidade Católica do Salvador (UCSal), em Pituaçu, e teve como motivo o bloqueio de algumas ruas da capital baiana para realização de uma corrida de rua. O fato teria, portanto, atrapalhado a logística.

O IBFC afirma que a decisão de alterar os locais de provas devido ao evento, foi tomada na quarta-feira (20), quatro dias antes da aplicação dos exames. Mas, devido ao roteiro previamente programado para a entrega do material, não foi possível refazer os cadernos de provas para os novos locais, o que fez com que os candidatos recebessem as provas com os nomes alterados.

O Instituto garante que a troca de pacotes não causou prejuízo à segurança e sigilo do processo, mas que, em meio à recusa dos participantes do certame, foi necessário optar pela suspensão.

“Estamos cobrando do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação, o IBFC, que realizou a prova, e pedindo respostas da Polícia Civil e da Secretaria de Segurança Pública justificando o que aconteceu de fato. Cobramos também que o Ministério Público abra um procedimento de investigação criminal para saber se houve alguma fraude no certame”, disse o  professor e advogado Dinoermeson Nascimento.

Neste domingo, dois policiais civis que concorrem ao cargo de delegado, afirmaram terem sido expulsos do local de prova por estarem armados. O caso foi registrado na 1º Delegacia de Polícia do bairro dos Barris.

 

Fonte: bnews.com.br

OUTRAS NOTÍCIAS