Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

‘A Fazenda 13’: “Não vou me calar”, diz Liziane Gutierrez

‘A Fazenda 13’: “Não vou me calar”, diz Liziane Gutierrez
 

Liziane Gutierrez usou as redes sociais nesta segunda-feira (27) para fazer um desabafo sobre o que sentiu dentro do confinamento de ‘A Fazenda 13’. A primeira eliminada do reality rural da Record prometeu entrar na Justiça contra dois peões: Nego do Borel e Erasmo.

“Sim, sofri pressão psicológica e exclusão dentro do confinamento. Ouvi palavras duras, fui tratada com grosseria e frieza diversas vezes. Queriam me fazer sentir culpada por erros que não eram meus e mais uma vez inferiorizando a voz da mulher ou diminuindo nossa força”, contou.

“Não vou me calar, já estou cansada! Vamos enfrentar essa misoginia e machismo estrutural. Como já sabem estou entrando com uma ação judicial contra o funkeiro Nego do Borel, por ter feito bullying e ferido minha integridade moral no reality”, começou a influenciadora sobre ter sido chamada de ‘coringa’.

Liziane contou também o motivo de processar Erasmo “Já me reuni com os advogados e também estamos com todos os vídeos e provas do que o Erasmo Viana cometeu comigo, todo o abuso psicológico que eu passei no programa. Caso exista a vitória, vou doar o valor para instituições e ONGs que apoiam mulheres vítimas da violência psicológica, material, sexual ou física. Não fiquem em silêncio, vamos nos unir porque juntas somos mais fortes”. Veja em vídeo:

 

 
 

OUTRAS NOTÍCIAS