Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

5 dicas para economizar no gás de cozinha

5 dicas para economizar no gás de cozinha

1 – Faça a revisão do seu fogão

Não espere que o seu equipamento apresente um defeito para chamar o técnico. “O certo é fazer a manutenção preventiva todos os anos, na qual ajustes e regulagens específicos são feitos nos queimadores, evitando gasto desnecessário. 60% do calor produzido pelo queimador é dissipado na cozinha”, alertou Krieck.

2 – Escolha bem seus utensílios 

As panelas de fundo triplo ou de ferro fundido ajudam a economizar o consumo de gás. “Elas retém mais calor e permitem que a chama seja reduzida quando começa a ferver, sem perder a temperatura, o que não é possível com as panelas mais finas”.

3 – A panela de pressão é sua aliada

Se você tem medo de utilizar as panelas de pressão é hora de aprender a trabalhar com esse utensílio. “A pressão faz com que as panelas atinjam temperaturas de mais de 120ºC, cozinhando os alimentos de forma mais rápida e auxiliando na economia do gás. As outras panelas não passam dos 100ºC”, explica o chef.

4 – Organização

De acordo com o professor do Centro Europeu ao manter a organização na cozinha e com os ingredientes que serão usados sempre à mão, o tempo das panelas no fogo tende a reduzir. O termo em francês para “tudo no seu lugar”, na cozinha, é mise en place.

5 – Cooktop por indução

O equipamento é mais econômico e permite controle da intensidade do calor, segurança e praticidade. O aquecimento eletromagnético faz com que o cooktop não aqueça, mas sim a panela. Além disso, ele cozinha os alimentos muito mais rápido, mas para utilizá-lo é necessário ter panelas adequadas.
Lembre-se que além de economizar financeiramente, estamos adotando ações mais sustentáveis ao meio ambiente, quando economizamos GLP (Gás liquefeito de petróleo).

De acordo com o diretor acadêmico e responsável pelos cursos de Gastronomia da escola, Rogério Gobbi, os temas relacionados com a sustentabilidade devem ser incorporados no dia a dia das cozinhas. “Quem trabalha em cozinhas seja de forma profissional ou mesmo por hobby, deve estar atento em causar o menor impacto possível à natureza, evitando perdas de alimentos e produzindo com economia de recursos,”, conta Rogério.

 

OUTRAS NOTÍCIAS