Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

15 mil pessoas poderão perder o Bolsa Família em Feira de Santana

15 mil pessoas poderão perder o Bolsa Família em Feira de Santana

Bolsa-Família-Bloqueado

Aproximadamente 15 mil pessoas podem ter o benefício do bolsa família suspenso em Feira de Santana. O secretário de Desenvolvimento Social, Ildes Ferreira, explicou que são necessárias algumas responsabilidades das famílias para garantir o benefício, entre elas a frequência dos filhos na escola e o acompanhamento permanente da saúde.

Segundo o secretário, muitas famílias esquecem de atualizar os dados da saúde e, em Feira de Santana, 19 mil famílias estavam ameaçadas de perder o benefício. Ele destacou que a Secretaria de Desenvolvimento Social realizou uma força-tarefa nas últimas semanas com o apoio de outras instituições e conseguiu reduzir esse número para 15 mil.

Ildes Ferreira fez um apelo pedindo às famílias que façam a atualização dos dados nos postos de saúde mais próximos de suas residências. O procedimento é muito simples e pode ser feito até o dia 30 de junho.

“Nós tínhamos há 15 dias atrás 19 mil famílias ameaçadas de perder o bolsa família e aí com uma força tarefa já reduzimos esse número para 15 mil. O prazo para atualizar os dados é até o dia 30 de junho e a família que não atualizar seus dados na saúde até esta data terá o benefício suspenso.

Famílias que ainda não recebem o benefício

O secretário destacou ainda que todo mês Feira de Santana recebe quase 7 milhões para os beneficiários do bolsa família e que esses recursos que circulam na cidade são importantes para a movimentação do comércio e da economia.

Ele ressaltou que o cancelamento do beneficio é prejudicial para todos e que há ainda pessoas que integram os critérios para receber o benefício, mas ainda encontram-se de fora.

“Não temos esse dado de quantas pessoas são. Mas, todos os dias tem alguém que descobrimos que está no critério e temos que incluir. O bolsa família é um direito das pessoas e a nossa obrigação é facilitar que os direitos sejam acessados”, concluiu.

Ney Silva

OUTRAS NOTÍCIAS