12 mil pacotes de biscoitos com validade adulterada foram apreendidos em Feira de Santana pela Decarga

cracker

Durante a oitava fase da Operação Unum Corpus, policiais da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas em Rodovias (Decarga) apreenderam em uma residência no bairro Santa Mônica, em Feira de Santana, uma carga com cerca de 12 mil pacotes de biscoitos Cream Cracker de duas marcas com as datas de validade apagadas por um representante comercial de iniciais O.A.N, de 54 anos.

A polícia chegou ao homem conhecido como ‘Neto’ através de denúncia anônima, informando que um caminhão baú havia descarregado uma carga na residência dele e alertando sobre a alteração na validade dos produtos. O denunciante ainda ressaltou que a adulteração é recorrente em diversos produtos, na maioria das vezes de gêneros alimentícios. A equipe da Decarga foi até o endereço e efetuou a prisão em flagrante.

O homem foi conduzido para a delegacia e confessou a atividade criminosa, acrescentando que a mercadoria, por estar próximo do vencimento, era adquirida pela metade do preço em uma distribuidora de alimentos em São Gonçalo dos Campos. Revelou ainda que apagava o registro original de toda a mercadoria com a utilização de produtos abrasivos e em seguida carimbava como novo vencimento para revender o produto por um preço elevado.

Além da mercadoria, a polícia também apreendeu vários carimbos, fitas adesivas, estilete, álcool e acetona entre outros utensílios utilizados na falsificação. O delegado Gustavo Coutinho, titular da Decarga informou que o produto falsificado pode levar risco à saúde dos consumidores.

A Decarga segue com as investigações para verificar se outras pessoas estão envolvidas no esquema fraudulento. Um representante da empresa será ouvido para explicar como toda mercadoria saiu da distribuidora sem a emissão da nota fiscal e como ‘Neto’ tinha fácil acesso a produtos vencidos, uma vez que era funcionário.

Central de Polícia

OUTRAS NOTÍCIAS