dep_targino_machado_RV

Impossibilitado de ir à tribuna da Assembleia Legislativa da Bahia (Al-Ba) por conta de uma cirurgia realizada no coração, o deputado Estadual Targino Machado (DEM) escreveu um artigo, na internet, em que pede a saída de conselheiro Mário Negromonte, investigado na Operação Lava Jato, do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA).

No artigo, o Machado lembra que foi o único deputado “a se pronunciar contrário” à indicação de Negromonte, pelo então governador Jaques Wagner, para compor a corte. “Cheguei a chamar a atenção dos senhores deputados, que seria como nomear vampiro para administrar banco de sangue. Fui voto vencido. Nomearam raposa para tomar conta de galinheiro”, escreveu.

Negromonte é chamado de “bandido” e acusado de achacar prefeitos “para vender pareceres favoráveis à aprovação das suas contas”. O conselheiro do TCM é investigado pela Polícia Federal por envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras, descoberto pela Operação Lava Jato.

Comentários