Após trocar tiros com a policia, acusado de assalto é preso pela PM

IMG-20150329-WA0116

Policias militares receberam a denúncia neste domingo (29/03), que cinco homens armados estariam praticando vários assaltos contra donos de veículos e pedestres no distrito de Jaguara, em Feira de Santana.

Uma das ações delituosas que chamou atenção foi à invasão a uma residência, naquela localidade, a partir dai os policiais da 65ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar) perseguiram os bandidos e na troca de tiros, acertaram Josenildo Teixeira dos Santos.

O homem foi baleado de raspão, socorrido para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), e conduzido à delegacia, onde foi autuado em flagrante. Os demais elementos conseguiram fugir, conforme informações da PM.

Segundo o subtenente Edson, os bandidos iniciaram as ações criminosas na noite de sábado pelo conjunto Feira VI e foram em direção a zona rural.

Os bandidos tinham roubado televisores, celulares e objetos diversos das casas, promovendo um verdadeiro ‘arrastão’, mas alguns objetos foram recuperados e apresentados na unidade policial.

Após deixar enterro, jovem é morto a tiros

IMG-20150329-WA0118

Por volta das 16 h deste domingo (29/03), a Polícia Civil registrou um assassinato na Avenida Eduardo Fróes da Mota, contra o menor João Vitor Pereira da Silva, 17 anos, que morava na Rua Papa João XXIII, bairro Eucalipto, em Feira de Santana.

O crime foi registrado próximo a um dos portões de acesso a Vila Olímpica dos Amadores, bairro Campo Limpo.

A vítima deixava as dependências do cemitério São Jorge, após participar de um enterro, sendo baleado na barriga. Outra pessoa que estava na garupa da motocicleta, também saiu ferida, sendo socorrida para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA).

O delegado Laércio dos Santos da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), foi quem presidiu o levantamento cadavérico.

O corpo foi encaminhado para o Departamento de Policia Técnica (DPT), a fim de ser necropsiado.

Violência: Homem é estrangulado com arame em distrito

IMG-20150329-WA0022

Na manhã deste domingo (29/03), os policiais civis da Delegacia de Homicídio de Feira de Santana e Proteção a Pessoa (DHPP), estiveram em uma estrada de chão na fazenda Caldeirão, distrito de Maria Quitéria e constataram mais um homicídio no município.

O homem que ainda não foi identificado, de cor negra, aparentando 20 anos, que trajava short colorido e camisa preta quando foi morto.

O delegado Laércio dos Santos informou que a vítima foi morta por estrangulamento provocado por um arame encontrado ao lado do corpo. Ainda de acordo com a autoridade policial, para ter certeza da morte da vítima os criminosos usaram um objeto contundente contra a cabeça do jovem.

O corpo foi removido para o necrotério onde será periciado.O Departamento de Polícia Técnica (DPT) aguardará a presença de familiares para uma possível identificação.

Polícia registra mais um assassinato no bairro Tomba

P2060842

Na noite passada (28) por volta das 21h (28/03) foi assassinado com vários tiros, Carlos Levi Moreira Silva, 24 anos, que morava na Rua Araújo Pinho, Areal, em Feira de Santana.

O crime aconteceu na rua Salvador, bairro Tomba,segundo familiares da vítima.O corpo foi encaminhado para o Departamento de Policia Técnica (DPT).

Outro crime

Já na madrugada deste domingo, (29/03), um homem aparentando 20 anos, foi encontrado morto no bairro Lagoa Salgada.

O jovem que trajava bermuda tactel estampada teria sido raptado em casa, sendo executado com diversos tiros.

Blog Central de Polícia, com informações de Denivaldo Costa.

Assassinato no Parque Ipê foi motivado por ciúmes, diz delegada

unnamed (11)

Por volta das 13h30 h deste sábado (28/03), policiais civis realizaram o levantamento cadavérico de Paulo Sergio de Jesus Santos, 35 anos.

O pedreiro foi assassinado com golpe de faca na Av Transnordestina, próximo de um bar no bairro Parque Ipê, em Feira de Santana.

A delegada Dorean dos Reis Soares, que presidiu o levantamento cadavérico, disse que Valdir Dias Silva tentou fugir em uma bicicleta, mas foi preso em flagrante.

O assassinato foi motivado por paixão, segundo a autoridade policial. A vítima morava com uma mulher de prenome Rosênia, que possuía um estabelecimento comercial. Antes do crime, o acusado bebia naquele local, quando foi iniciada uma discussão.

O corpo foi encaminhado para o Departamento de Policia Técnica (DPT), a fim de ser necropsiado.

Central de Polícia