Gurda Municipal-fotos Jorge Magalh_es

O Departamento de Polícia Federal (DPF) concedeu o porte de arma para a Guarda Municipal de Feira de Santana. Para tanto, os prepostos foram submetidos à avaliação psicológica e a treinamento para o manuseio adequado do armamento.

Para portar o armamento, que deve estar registrado em nome da corporação, o guarda municipal deverá portar a sua identidade funcional, que já está sendo expedida pela instituição, onde consta o número da autorização do DPF.

Em caso de armamento pessoal – o porte lhes dá este direito, a arma deverá ser registrada junto à Polícia Federal. O secretário municipal de Prevenção à Violência, Mauro Moraes, disse considerar a autorização um avanço importante para a Guarda Municipal. “Era uma necessidade e um pedido dos guardas que a gente vinha perseguindo há algum tempo”.

Desde no ano passado, a corporação tem à disposição as armas não letais, como as pistolas que dão choques elétricos, conhecidas como taser.

Ele afirmou que a guarda vai continuar investindo na prevenção e com a realização de cursos, como o de uso progressivo da força, quando serão ministradas aulas de relações interpessoais, atendimento ao público, defesa pessoal e uso de armas não letais.