A ex-presidente Dilma Rousseff faz uma bateria de palestras sobre a crise da democracia na América Latina em giro pela França, a partir de sábado (14).

A petista também terá encontros com políticos locais progressistas e de esquerda, como o ex-presidente François Hollande, Jean Luc Mélenchon e a prefeita de Paris, Anne Hidalgo.

O primeiro compromisso é um ato no sábado (14) a favor da campanha pela libertação de Lula, preso há um ano e meio na carceragem da PF em Curitiba.

Na terça (17), ela fala em Sorbonne em conferência que indaga se “o Brasil ainda é o país do futuro?”.

O giro de Dilma ocorre em meio a uma série de tensões entre os governos do Brasil e da França, com trocas de críticas entre os presidentes Jair Bolsonaro e Emmanuel Macron.

Fonte: BNews