Mãe que acumula leite nas mamas corre o risco de contrair mastite

Paulão 7 de agosto de 2017 | 4:36 pm

Abertura da semana de Aleitamento Foto ACM (2)

Mães que apresentam acúmulo de leite nas mamas podem, posteriormente, desenvolver uma mastite, inflamação das glândulas mamárias que pode gerar infecção bacteriana, a depender do caso. Este foi um dos temas abordados no quarto dia da XXVI Semana de Aleitamento Materno, promovida pelo Hospital Inácia Pinto dos Santos (Hospital da Mulher), através do Banco de Leite Humano da Unidade.

De acordo com a enfermeira Nadja Vieira, que atua no Banco de Leite da unidade, essa inflamação causa dor. Pode haver vermelhidão na pele e sensação de calor na mama. Quando há uma grande quantidade de leite no peito e inchaço, há uma probabilidade maior de proliferação da bactéria.

Abertura da semana de Aleitamento Foto ACM (3)

Daí a constatação: o ato de doar leite, além de salvar as vidas de muitos bebês, também traz benefícios para a saúde das doadoras. “A doação é um meio de evitar a patologia. Como o acúmulo é um dos modos de desenvolvimento da doença, a doação é um bom modo de prevenção. Quanto mais a mãe doa leite, mais ela produz. Então ela sempre vai ter leite suficiente para seu filho e para outros bebês”, diz ela.

A enfermeira adverte ainda que, a mãe que, ao terminar de alimentar seu filho, continua a expelir gotas de leite, é considerada portadora de quantidade excedente de leite e apta a doar.

Abertura da semana de Aleitamento Foto ACM (5)

A mãe que deseja ser doadora pode ligar para o telefone do Banco de Leite do Hospital da Mulher, através do 3602-7156. Uma equipe realiza a visita a essa pessoa para realizar exames e verificar se ela está apta à doação. Os únicos casos de contra indicação, são na hipótese de constatação dos vírus HIV e HTLV.

O evento contou com a presença do prefeito José Ronaldo e pela presidente da Fundação Hospitalar, Gilberte Lucas. Ela diz que a Semana de Aleitamento é “multiplicadora de conhecimentos fundamentais”. O prefeito relembrou, emocionado, do período em que assistiu ao crescimento de seus próprios filhos. “Você vê que esse é um ato abençoado. O bebê nasce agarrado ao peito da mãe. Lindo demais”.

Foto | ACM

Diretor Presidente: Josse Paulo Pereira Barbosa
Departamento Jurídico: Dr. Fernando Oliveira | Dr. Alberto Dalton Coelho
Diretor de Sede: Alex Neves Barbosa
Diretor Administrativo: Paulo Jadson de Oliveira Barbosa
Jornalista: Rute Damascena
Fone: 75 3021.1910 | Celular: 8835.3367 - 8110.3577


E-mail: programalivredopaulao@gmail.com