IMAGEM_NOTICIA_5

 

Levantamento da Fundação Lemann com base em dados da Prova Brasil aponta que estudantes do Norte e Nordeste brasileiro têm quatro anos de atraso na aprendizagem em relação aos alunos do Sul e Sudeste do país. Segundo o estudo, ao fim do ensino fundamental, no 9.º ano, os alunos de Alagoas, Maranhão e Amapá sabem menos português e matemática do que aqueles que terminam o 5º ano na rede pública de Estados como Minas Gerais, Distrito Federal e Santa Catarina.

Isso significa que mais da metade dos estudantes dos estados do Norte e Nordeste foi para o ensino médio sem saber, por exemplo, localizar informações em um gráfico, competência esperada para uma criança de 10 anos de idade.Enquanto 45% dos professores da Região Sudeste afirmam desenvolver com os alunos pelo menos 80% do conteúdo curricular, o porcentual é de apenas 30% no Norte e de 27% no Nordeste. Informações do Estado de S. Paulo.