Montagem_Bocão_News_candidatos_governo_Bahia(4)

A arrecadação dos candidatos ao Governo da Bahia aumentou cerca de 200% desde a última parcial divulgada pela Justiça Eleitoral. Anteriormente com um valor de R$ 3,96 milhões, os números subiram para mais de R$ 8,1 milhões de acordo com o que foi revelado pelas coordenações de campanhas dos candidatos.

Os valores serão confirmados neste sábado (6) pela Justiça Eleitoral, assim como a arrecadação do candidato do PT, Rui Costa, será revelada, já que não foi divulgada por sua coordenação. O postulante do DEM, Paulo Souto, que antes tinha arrecadado R$ 1,55 milhão, quase quadriplicou o valor e agora já tem R$ 5,6 milhões. Lídice da Mata passou de R$ 1,4 milhão para R$ 2,5 milhões.

A candidata do PSTU, Renata Mallet, aumentou sua arreacadação de R$ 22 mil para R$ 28 mil, com doações de militantes, simpatizantes e professores universitários, segundo informou a sua assessoria. Marcos Mendes (PSOL) e Da Luz (PRTB) prestaram contas s sem o lançamento de receitas ou despesas.

Em relação às despesas de campanhas, também houveram aumentos consideráveis. Souto que teve despesa em cerca de R$ 480 mil na primeira parcial, agora divulgou o valor de R$ 4,2 milhões. Já a candidata do PSB passou de R$ 866 mil para R$ 1,7 milhão.